Início » Música » As 10 melhores músicas sertanejas dos últimos tempos – Relembre aqui!

As 10 melhores músicas sertanejas dos últimos tempos – Relembre aqui!

Músicas sertanejas viraram moda nos últimos anos, aparecendo numa versão repaginada e mais pop. Mas, elas existem há muito mais tempo. O motivo de tanto sucesso são as letras fáceis de serem lembradas e a melodia que gruda na cabeça.

Aqui, listamos as melhores músicas sertanejas, abrangendo desde os clássicos até músicas mais recentes. Confira, veja quais você conhece e relembre várias canções desse estilo.

Evidências – Chitãozinho e Xororó

A música Evidências, cantada pela dupla Chitãozinho e Xororó, é um clássico do sertanejo. Ela foi composta em 1989 e lançada no ano seguinte, atingindo o primeiro lugar entre as mais tocadas em todo o país.

Curiosamente, a popularidade de Evidências é grande entre os mais jovens, o que prova ser um clássico que funciona para todas as idades. Esse aumento de popularidade ocorreu a partir de 2010, quando a música começou a ser utilizada em memes.

É o Amor – Zezé di Camargo e Luciano

A música É o Amor foi o primeiro grande sucesso da dupla Zezé di Camargo e Luciano, no início da década de 1990, alcançando o primeiro lugar em paradas do país, além de alavancar expressivamente a carreira dos irmãos.

O sucesso da canção é tanto, que chegou a ser regravada por outros nomes conhecidos do mundo da música, como Maria Bethânia e o grupo de pagode Raça Negra.

Durante muito tempo os fãs da dupla acreditaram que a música era dedicada à Zilu Camargo, ex-mulher de Zezé, mas ele próprio desmentiu essa ideia em seu perfil em uma rede social, dizendo que escreveu a letra pensando em ninguém.

Desculpe, Mas Eu Vou Chorar – Leandro e Leonardo

A canção Desculpe, Mas Eu Vou Chorar foi lançada em 1990 pela dupla Leandro e Leonardo. Trata-se de uma música composta por César Augusto, que é um dos grandes compositores de sertanejo do país.

A música faz parte do álbum Leandro e Leonardo, que vendeu mais de 3 milhões de cópias, algo muito expressivo para a época. Esse mesmo álbum trazia outros clássicos da música sertaneja, como Pense em Mim.

Dormi na Praça – Bruno e Marrone

A música Dormi na Praça foi responsável por levar a dupla Bruno e Marrone ao sucesso nacional, quando lançada em 1994. Rapidamente a canção virou febre no país inteiro, sobretudo quando os cantores lançaram uma versão ao vivo.

Leilão – César Menotti e Fabiano

Leilão foi a grande responsável por garantir a fama nacional da dupla César Menotti e Fabiano. Mas, por pouco a música não foi gravada. Segundo César, seu irmão pensava que a canção não faria sucesso.No entanto, não foi o que aconteceu quando foi lançada em 2005 pela dupla num álbum e DVD ao vivo. O sucesso foi tanto, que projetou a dupla e outras músicas do álbum, tornando-os referência de música sertaneja no país atualmente.

Sinônimos – Chitãozinho e Xororó & Zé Ramalho

Sinônimos se tornou um dos grandes sucessos da dupla Chitãozinho e Xororó nos anos 2000. Trata-se de uma faixa lançada no álbum Aqui o Sistema é Bruto, de 2004, e conta com a participação especial do cantor Zé Ramalho.

A música foi criada pelo compositor pernambucano Cláudio Noam, que a fez especialmente para Zezé di Camargo e Luciano, que não a gravaram. Depois, a canção passou para Chitãozinho e Xororó.

Infiel – Marília Mendonça

A canção Infiel foi o primeiro sucesso nacional da cantora Marília Mendonça, ajudando-a a se fixar como um dos principais nomes da música sertaneja atualmente.

Infiel, que está no álbum Marília Mendonça: Ao Vivo, foi uma das músicas mais tocadas no país em 2016, ano em que foi lançada, e é um dos principais hits da cantora até hoje.

Medo Bobo – Maiara e Maraisa

A música Medo Bobo, cantada por Maiara e Maraisa, está no álbum Ao Vivo em Goiânia lançado em 2015. No entanto, só em 2016 fez sucesso e ajudou a dupla a se projetar nacionalmente. Hoje, as cantoras são referências no sertanejo cantado por mulheres.

Regime Fechado – Simone e Simaria

Regime Fechado é uma das principais músicas da dupla Simone e Simaria, canção que apareceu na lista das mais tocadas no Brasil em 2017, ano em que foi lançada com direito a videoclipe repleto de famosos.

Rafaela Trevisan Cortes
Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Revoltada por natureza, vê na comunicação uma oportunidade de extravasar a sua paixão por curiosidades, arte e conhecimento.

Comente